Veículos com documentos atrasados são maioria no Detran PDF Imprimir E-mail

No primeiro semestre do ano de 2011 dados indicam que o mês de fevereiro foi o período em que mais veículos entraram no pátio do Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran/AP). Um relatório, repassado pelo Núcleo de Infrações (Nuinf) do Detran ao diretor presidente da instituição, João Gomes, indica que os veículos que mais chegam ao pátio da instituição, 50% são apreendidos por estarem com documentos atrasados.

Neste período, 1.145 veículos deram entrada no Departamento, as motocicletas ocupam o primeiro lugar, representadas pelo número 706, o que corresponde aproximadamente 62% do total; carros de passeio 432 e caminhões 7. Essa situação gera uma multa gravíssima no sistema e o usuário recebe 7 pontos na carteira.

Essa pontuação na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor é devida o mesmo conduzir o veículo com documento atrasado, podendo ser licenciamento não pago, seguro obrigatório, multas e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) atrasado. A direção da instituição informa que haverá leilão no mês de julho e no segundo semestre. O usuário pode ainda adquirir seu veículo de volta até um dia antes do certame, basta pagar todas as pendências.

"Temos várias situações que o usuário vende o veículo para terceiros e não comunica ao Departamento Estadual de Trânsito. Isso é um problema, pois toda infração cometida pelo novo proprietário vai para quem está registrado o veículo no sistema. Automaticamente é gerada a multa para a pessoa que já vendeu o transporte e esse usuário só percebe isso quando o veículo já está apreendido por alguma irregularidade", disse o diretor.

Os usuários que se enquadram nesta situação devem procurar a instituição para a regularização.

Fabrício Picanço/Detran
Assessor de Comunicação Social
Secretaria de Estado da Comunicação Social